Carro roubado há seis anos na Bahia é recuperado em Serra Talhada, no Sertão

 


Um carro que havia sido roubado há cerca de seis anos em Salvador, na Bahia, foi recuperado na BR 232, em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco. O motorista do veículo foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com informações repassadas ao Blog O Povo com a Notícia, o flagrante foi realizado durante a abordagem a um carro com placas de Simões Filho, na Bahia. Após uma verificação detalhada, a equipe descobriu que o veículo havia sido roubado no dia 30 de outubro de 2015.

O motorista disse ter adquirido o carro por R$15 mil, mas o valor de mercado é mais que o dobro. Ele informou também que o carro era financiado e estava com as parcelas atrasadas. O caso foi registrado ontem dia (20), e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Serra Talhada.

“Não há maracutaia em Brasília que não tenha nome de Renan”, diz Bolsonaro

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse a apoiadores para não chamarem o relator da CPI da Covid-19, Renan Calheiros (MDB-AL), de “vagabundo”: “É elogio para ele”, criticou.

“Não chama Renan de vagabundo, não. Vagabundo é elogio para ele. Não há maracutaia lá por Brasília que não tenha o nome do Renan envolvido”, afirmou durante discurso nesta quinta-feira (21).

Bolsonaro intensificou as críticas ao senador um dia após Renan apresentar relatório na CPI no qual indicia o presidente e três filhos dele, além de outras pessoas e empresas, por omissões e ações durante a pandemia de Covid-19.

Nesta quinta, Bolsonaro também falou sobre o novo Auxílio Brasil, que será de R$ 400, e voltou a comentar que não se vacinou contra o coronavírus. “Jamais defenderemos a obrigatoriedade da vacina. Eu não tomei a vacina. Quem quiser seguir o exemplo, que siga. Quem não quiser, que não siga”, disse.

O discurso de Bolsonaro foi feito durante a inauguração da última etapa do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco, em São José de Piranhas (PB). Esse ato ocorre no âmbito da Jornada das Águas, iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Regional que reúne entrega de obras e atos com objetivo de melhorar o abastecimento hídrico no semiárido nordestino.

Durante 10 dias, o MDR percorrerá todo o Nordeste com anúncios relacionados aos projetos que levam água à população que, historicamente, sofre com escassez hídrica, além de novas regras para uso da água no país.

Transposição

O trecho de oito quilômetros, inaugurado nesta quinta, leva água a partir da Barragem de Caiçara até a Barragem Engenheiro Ávidos, no interior da Paraíba. A partir dessa interligação, a água chega ao leito natural por rio que leva ao Rio Grande do Norte.

Rogério Marinho disse que, a partir de agora, serão realizadas obras acessórias para que a água flua pelos canais construídos e permita que mais pessoas tenham acesso ao recurso natural.

Criminosos arrastam mulher pela rua durante assalto;

 


Uma câmera de segurança flagrou o momento em que uma mulher foi arrancada do veículo e arrastada pela rua por criminosos durante assalto. O crime aconteceu na última segunda-feira (18), no bairro Parangaba, em Fortaleza. 

As imagens mostram o momento em que a vítima se preparava para deixar o local com o carro. Na sequência ela é empurrada para longe do veículo por um dos assaltantes. Ao todo, três homens participam do crime.

Depois a mulher retorna e é retirada novamente do veiculo e derrubada. Caída no chão, a vítima é arrastada no asfalto pelo braço por outro criminoso até o meio da via. As imagens mostram ainda o momento em que ela é empurrada novamente e ainda leva chutes do terceiro envolvido na ação. Em seguida o carro é levado pelos criminosos.

Ao site Diário do Noredeste, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS/CE) disse por meio de nota que o carro da vítima foi recuperado pouco tempo após a ocorrência, no bairro Granja Lisboa, na Capital. O crime está sendo investigado pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC). 

PALAVRA DO DIA - A GLÓRIA SERÁ MAIOR!

 


Eu penso que o que sofremos durante a nossa vida não pode ser comparado, de modo nenhum, com a glória que nos será revelada no futuro. Romanos 8:18

O que Deus tem para a sua vida é muito maior que a sua dor, muito maior que aquilo que você perdeu, é muito maior que a sua decepção, sua angústia e suas aflições.

Lembre-se de quantas vezes você passou por momentos difíceis e conseguiu vencer. Deus nunca te abandonou e nunca vai te abandonar!

Quando você estiver se sentindo sem forças e pensando em desistir diga para você mesmo: O que Deus tem para mim é muito maior!

Nada pode se comparar, vai ser lindo, vai ser especial, aguenta firme!

"Vai ter, sim, Carnaval", diz Comandante de Operações da PM-BA


O Comandante de Operações da Polícia Militar da Bahia, Coronel Xavier, afirmou que o planejamento da segunrança para o Carnaval de 2022 está sendo preparado há seis meses e está pronto. "Vai ter, sim, Carnaval, só precisa se pensar na logística, em qual modelo será realizado. Já existe um planejamento pronto para executar nos padrões originais, com possibilidade de adaptação", disse, durante uma audiência pública sobre o tema, na Câmara Municipal de Salvador, nesta terça-feira (19).

O evento contou com representantes dos mais diversos setores, que cobraram uma decisão do Governo da Bahia e da Prefeitura de Salvador sobre o assunto. "O planejamento está pronto para ser executado nos padrões originais, mas trabalhamos também com a possibilidade de adaptação para os novos protocolos em decorrência da pandemia. Nós só precisamos pensar na logística, em qual modelo será realizado. O grande inimigo do Carnaval, tanto para a PM como para todos os envolvidos, é o tempo", disse o Coronel.

Ainda na ocasião, o diretor de festas populares da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Márcio Sampaio, afirmou que a Prefeitura de Salvador está "pronta para sediar o Carnaval". "Estamos prontos sob a liderança do prefeito Bruno Reis, para que quando essa decisão estiver tomada, com certeza, colocarmos nas ruas o maior Carnaval de todos os tempos que Salvador já viu", disse Márcio. 

A discussão foi promovida pela Comissão Especial de Acompanhamento da Retomada de Eventos, presidida pelo vereador Claudio Tinoco (Democratas). Além do vereador, participaram Guiga Sampaio, diretor da Associação Baiana dos Camarotes; Flávio Souza, presidente do Conselho Municipal do Carnaval  (Comcar); Washington Paganelli, presidente da Associação de Blocos de Trio e Péricles Sant’Anna, ouvidor setorial da Secretaria de Cultura e Turismo, representando o secretário Fábio Mota.

Alvo de operação da PF, governador do Tocantins é afastado do cargo


O governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PSL), foi afastado do cargo por seis meses após determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A decisão está no bojo da autorização concedida pela justiça para a Polícia Federal deflagrar uma grande operação no Estado que teve o governador e alguns secretários como alvos. 

O afastamento foi concedido pelo ministro Mauro Campbell. O magistrado levará a decisão ao plenário da corte especial do STJ ainda nesta quarta-feira (20). 

A casa de Carlesse e a sede do governo passaram pelo pente fino da PF que cumpriram mandados de busca e apreensão. Mais de 250 agentes participaram da operação. 

Os motivos da operação versam sobre  supostos pagamentos de vantagens indevidas ligadas ao plano de saúde dos servidores estaduais e obstrução de investigações que apuravam irregularidades dentro do governo.

Em nota enviada à imprensa, a Polícia Federal aponta que as investigações já duram dois anos e "reuniram um vasto conjunto de elementos que demonstram um complexo aparelhamento da estrutura estatal voltado a permitir a continuidade de diversos esquemas criminosos comandados pelos principais investigados".

A PF também informou que as equipes chegaram a Palmas em um avião da FAB para evitar vazamento de informações. 

Público grita “Renan vagabundo” e Bolsonaro diz que “voz do povo é voz de Deus”

 


O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (20) que “a voz do povo é a voz de Deus” depois de o público gritar “Renan vagabundo” durante evento do governo em Russas (CE). O chefe do Executivo criticou a CPI da Covid no Senado, que tem o senador Renan Calheiros (MDB-AL) como relator.  O colegiado está reunido nesta quarta para a leitura do relatório final da comissão.

“A voz do povo é a voz de Deus. Como seria bom se aquela CPI estivesse fazendo algo de produtivo para o nosso Brasil. Tomaram tempo de nosso Ministro da Saúde, servidores, de pessoas humildes e empresários. Nada produziram a não ser o ódio e o rancor entre alguns de nós”, disse.

Bolsonaro declarou que o governo não tem “culpa de absolutamente nada” e voltou a defender o uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra a Covid-19. “Nós sabemos que não temos culpa de absolutamente nada. Sabemos que fizemos a coisa certa desde o primeiro momento”, disse.

O relatório de Renan Calheiros pede o indiciamento de 70 pessoas e empresas por 29 crimes. Os números ainda podem mudar. Bolsonaro está na lista e é citado em 9 crimes. Além do chefe do Executivo, figuram na lista atuais e ex-integrantes do alto escalão do governo –como Eduardo Pazuello–, congressistas, empresários, médicos e influenciadores bolsonaristas.

A defesa de integrantes do governo por medicamento sem eficácia contra a covid foi um dos temas mais debatidos pela CPI. Segundo Bolsonaro, ele teve a “coragem” de apresentar “uma possível solução” para a doença. Ainda não há nenhuma evidência científica sobre eficácia do chamado “tratamento precoce” defendido por Bolsonaro e rejeitado por especialistas.

No evento, como em outras ocasiões, Bolsonaro pediu que pessoas que tomaram remédios sem eficácia comprovada levantassem a mão. “É muito importante agora, eu quero que se alguém tiver filmando que filmasse a plateia, quero que levante a mão quem por ventura foi acometido de covid. Baixa o braço. Quem tomou cloroquina ou ivermectina? Obviamente vocês foram orientados por médicos”, disse.

O presidente participou nesta quarta-feira, em Russas (CE), do lançamento do edital para a construção do Ramal do Salgado. Estava acompanhado do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

O evento faz parte da Jornada das Águas, série de viagens e entregas do governo federal relacionadas ao abastecimento e infraestrutura sanitária no país. Antes da cerimônia, Bolsonaro causou aglomeração ao cumprimentar apoiadores, sem máscara, na chegada ao aeroporto de Mossoró (RN) e nas cidades de Baraúna (RN) e Russas.