Tropa de choque de Márcia agiu pesado na Câmara Municipal

03:29 Blog do Adeildo Alves 0 Comentários


 



Publicado às 19h desta terça, 23

Um dos primeiros grandes testes sobre como se comportaria a nova formação da Câmara de Vereadores de Serra Talhada teve um bom exemplo na manhã dessa segunda-feira (22).

Quem assistiu à última sessão da Casa Joaquim de Souza Melo pela TV FAROL [veja o vídeo abaixo] presenciou a ação de uma verdadeira ‘tropa de choque’ unida para dar combate às críticas dos vereadores de oposição Pinheiro de São Miguel e André Terto, ambos do Avante.

Em minoria na Casa, Terto e Pinheiro tocaram no nome do ex-prefeito Luciano Duque negativamente e criticaram a situação de precariedade da feira de animais de Serra Talhada [veja aqui], atingindo assim a gestão da prefeita Márcia Conrado.

Resultado: sobraram ataques de volta contra os deputados Sebastião Oliveira e Rogério Leão, alfinetadas contra a gestora da XI Geres, Karla Milena, ao diretor do Hospam João Antônio Magalhães e também à gestão do governador Paulo Câmara.

QUAIS FORAM OS ALVOS?

Os governistas criticaram duramente os serviços do Sassepe, do Lafepe, o setor de expedição de documentos vinculado à Delegacia, o muro do aeroporto Santa Magalhães, o fechamento da maternidade Clotilde Souto Maior, o Hospam, promessas de aberturas e melhoramento de estradas na zona rural, os buracos na PE-418, na PE que liga ao distrito de Bernardo Vieira e a falta de pagamento aos trabalhadores que estão na construção da segunda etapa do Hospital Eduardo Campos (HEC).

Em meio ao debate quente, o vereador Pinheiro de São Miguel foi até acusado de chamar o promotor de Justiça da cidade de “mentiroso”.

“Sobre o que pinheiro está falando aí [no tocante à Maternidade Clotilde Souto Maior] ele tem muita coragem, ele está chamando o promotor de mentiroso, eu escutei na hora que o promotor falou que foi convocado pelos vereadores [para inspecionar a maternidade Clotilde Souto Maior] e então Pinheiro, você está desacatando o promotor de Serra Talhada”, disparou o vereador Rosimério de Cuca.

0 comentários: