No Sextou, a musicalidade de Lampião, pra quem não sabe foi um grande poéta

04:12 Blog do Adeildo Alves 0 Comentários


 

=

Você sabia que Lampião tinha uma veia poética e chegou a compor músicas, inclusive uma retratando a sua bravura? Vai tomar conhecimento disso e conhecer muitas outras canções que embalaram as noites alegres do Rei do Cangaço com sua Maria Bonita e seu bando no Sextou da próxima sexta-feira. O retrato vivo desse lado desconhecido de Lampião será desvendado pelo historiador Frederico Pernambucano de Melo, a maior autoridade brasileira na história do Cangaço.

Frederico Pernambucano de Melo nasceu no Recife, é bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito do Recife. Sua especialização profissional abrange, além do Direito, Administração de Assuntos Culturais. Em 1988, foi eleito para a Academia Pernambucana de Letras (APL).

É membro do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano. Foi procurador federal no Recife e, de 1972 a 1987, integrou a equipe do sociólogo Gilberto Freyre na Fundação Joaquim Nabuco, que o reconhecia, já em 1984, como “mestre dos mestres em assuntos de cangaço”.

Dentre outros livros, é autor de Guerreiros do Sol – violência e banditismo no Nordeste do Brasil (A Girafa), Estrelas de couro – a estética do cangaço (Escrituras) e A guerra total de Canudos (Escrituras). No Sextou, ele vai abordar a faceta musical de Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, que para alguns foi herói, mas para outros nunca passou de um grande bandido.

Transmitido pela Rede Nordeste de Rádio para mais de 40 emissoras em Pernambuco, Alagoas e Bahia, o Sextou do Frente a Frente começa às 18 horas, tendo como cabeça de rede a Nova FM 98,7, no Recife. Se você deseja ouvir pela internet, clique no botão Rádio acima ou baixe o aplicativo da Rede Nordeste de Rádio na play store.

Clique no link e ouça a canção Minha vida, de autoria de Lampião

Imperdível!


0 comentários: